segunda-feira, 28 de julho de 2014

CAF sinaliza liberação de U$ 200 milhões para obras da Prefeitura de Manaus


De passagem pela capital do Amazonas para conferir a aplicação de recursos direcionados para obras de infraestrutura, o vice-presidente da Corporação Andina de Fomento (CAF), José Carrera, afirmou que novas parcerias serão firmadas com a Prefeitura de Manaus. Em reunião com vários secretários municipais, ocorrida na última segunda-feira, 21, Carrera sinalizou a liberação de U$ 200 milhões para a execução de importantes obras a partir de 2015.

Segundo o secretário municipal de Finanças (Semef), Ulisses Tapajós, foram pré-aprovados os projetos que fazem parte do Programa de Integração, Mobilidade e Desenvolvimentos da Cidade de Manaus (PIMD/Manaus). Entre eles, a construção do Parque Natural da Cachoeira Alta do Tarumã, a revitalização da Marina do Davi e da orla do bairro Santo Antônio (todas na zona Oeste), a implantação de um complexo viário na Bola do Produtor (zona Leste) e de um retorno viário na entrada do conjunto Manôa (zona Norte), além da revitalização das feiras e centros de compras.

“Os recursos estão previstos para janeiro do próximo ano. Essa ajuda da CAF é importantíssima para a realização do extraordinário plano de obras que a prefeitura vai executar em 2015. Estamos todos contentes porque já fizemos muito em tão pouco tempo e tudo com recursos próprios”, destacou Ulisses Tapajós.

Dentro do cronograma orçamentário, mais de U$ 35 milhões serão destinados a componentes que propiciem o desenvolvimento do turismo e do lazer, como o Parque Natural da Cachoeira Alta do Tarumã e a requalificação da orla da cidade. Cerca U$ 60 milhões serão aplicados nas obras de melhoria do sistema viário e, aproximadamente, U$ 5 milhões serão revestidos na revitalização das feiras.

A Prefeitura de Manaus oferece contrapartida física, correspondente à U$ 100 milhões, com as obras do Programa de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Socioambiental de Manaus (Prourbis).

"Nós temos a certeza de que podemos formar novos e grandes acordos com Manaus, que é uma cidade com prospecção para o futuro”, afirmou o vice-presidente da Corporação Andina de Fomento (CAF), José Carrera, que também visitou a segunda etapa do Complexo Turístico Ponta Negra, acompanhado pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto.

A obra de revitalização do complexo, que compreende estrutura de 1.110 m², foi concluída em apenas oito meses e 21 dias e realizada com recursos oriundos da CAF. Para o prefeito, a visita foi importante para que o representante percebesse de que forma o dinheiro foi investido.

"Entendemos que é uma visita honrosa e ao mesmo tempo prática. Ele ficou impressionado com a eficácia e feliz em poder ajudar Manaus a crescer. É importante essa prestação de contas porque eles (representantes do banco) sabem que nosso trabalho é sério", afirmou Arthur Neto.

Carrera disse que todos estão satisfeitos com os resultados apresentados pela Prefeitura de Manaus. "Nós já consideramos essa parceria como de longo prazo. Estamos trabalhando junto ao prefeito para ajudarmos, planificarmos e acompanharmos as prioridades de Manaus. Estamos muito contentes com todos esses acordos e temos a certeza de que é um trabalho muito importante para Manaus e toda a América Latina", concluiu. 


MANICORÉ



Nos dias 26 e 27 de julho de 2014,  acontecerá o 38º Festival Folclórico de Manicoré edição 2014. O evento cultural do município vem tendo uma abrangência muito grande por se tratar de uma grande disputa que reuni todos os anos um total de 07 (sete) quadrilhas folclóricas. A partir da nova gestão, os chamados grupos folclóricos passaram a ter uma visão voltada aos direitos iguais, ou seja, antes as quadrilhas recebiam uma ajuda de custo da prefeitura diferenciada, sendo que existiam dois grupos A e B, no grupo “a” continha 4 chamado quadrilhas grandes e o grupo “B” três, chamados grupo das quadrilhas pequenas  e que hoje o governo municipal através da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (SEMCULT) usou o entendimento para que todos os grupos folclóricos (quadrilhas) passassem a receber a ajuda de custo da prefeitura igualitária e que houvesse apenas um grupo para todas. Com essa finalidade houve mais empenho e insentivo aos demais grupos por que a competição cresceu e a disputa pelo primeiro lugar é de todos.

Na realidade essa disputa vem ficando a cada ano que passa muito acirrada, a partir do inicio do ano as coordenações já começam a preparar e se organizar visando promover diversas atividades em busca de apoio.

Ao longo dos meses a prefeitura junto a Secretaria Municipal  de Cultura realizam um planejamento visando repassar em várias parcelas a contribuição que está sempre ao alcance do município, este ano por exemplo a prefeitura poderia fazer melhor, mas em virtude da forte cheia do madeira que deixou milhares de ribeirinhos alagados o prefeito Lúcio Flávio do Rosário fez o possível para que tudo ocorresse na mais devida normalidade e fez o que deu de fazer, mas não esqueceu é claro de ajudar e contribuir com os ribeirinhos.

No dia 19 de julho aconteceu a escolha da Rainha caipira do 38º Festival Folclórico de Manicoré 2014 na quadra da AABB, o evento trouxe a apresentação das sete candidatas que concorreram ao título de Rainha Caipira 2014 que este ano ficou com a Jovem Mayra Cristina da Quadrilha Unidos de Mazarello que recebeu a premiação das mãos da primeira Dama do município senhora Nilcione Colares.

Agora resta aguardar o dia mais esperado para acontecer um dos maiores eventos culturais e foclórico da Calha do Madeira que é o 38º Festival Folclórico de Manicoré edição 2014, evento este que tem a realização da Prefeitura Municipal de Manicoré, organização da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo |(SEMCULT) e que conta ainda com apoio da Câmara Municipal, Governo do Amazonas , Ascom e Tv band Manicoré canal 13.

Prefeitura entrega uniformes aos jogadores que participarão da 5ª Copa dos Bairros


Os jogadores que participarão da 5ª edição da Copa dos Bairros, competição que terá início neste sábado, 26, receberão, nesta sexta-feira, 25, às 10h, no Parque Municipal do Mindu, os uniformes que deverão usar nas disputas. A competição é realizada pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel).

O coordenador geral do evento pela Semjel, Thiago Durante, explicou que o torneio de futebol possui 208 times inscritos, formados por moradores de todas as zonas da cidade, totalizando, aproximadamente, a participação de 5,2 mil jogadores.

Thiago Durante reforçou ainda que todas as associações esportivas irão receber uniformes e equipamentos patrocinados pela Prefeitura de Manaus. “Em todas as edições da Copa distribuímos uniformes de alta qualidade para todos os times e esse ano não vai ser diferente. Além disso, as equipes receberão bolas oficiais, que irão contribuir para um melhor rendimento nos treinos”, destacou.

Nesta edição, a novidade fica por conta da criação da categoria Master, que dará oportunidade para o grupo de jogadores que não se enquadra na faixa-etária principal. “Criamos a categoria Master para comemorarmos cinco anos de sucesso da Copa dos Bairros. Além disso, é uma forma de dar oportunidade aos amantes do futebol com idade igual ou superior a 40 anos”, declarou o secretário da Semjel, Elvys Damasceno.

A competição, segundo Thiago Durante, será supervisionada de acordo com as Regras Internacionais que regem a modalidade, da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Código Disciplinar Específico e Código Brasileiro Disciplinar de Futebol.
As três primeiras equipes que alcançarem melhor rendimento durante a realização do campeonato serão premiadas com troféus e medalhas.

Serviço
O quê: Entrega dos uniformes dos jogadores que irão participar da 5ª edição da Copa dos Bairros, promovida pela Prefeitura de Manaus.
Quando: Nesta sexta-feira, dia 25 de julho.
Onde: Auditório do Parque Municipal do Mindu, no bairro Parque Dez de Novembro, zona Centro-Sul.
Hora: 10h.

Contato: Thiago Durante (92) 8842-1165 ou 9177-5447. 

Festival Folclórico do Parque 10 começa no dia 08 de agosto


O 34º Festival Folclórico do Parque 10 será realizado do dia 08 a 31 de agosto, no Centro Social Urbano (CSU), do bairro, na zona Centro- Sul. A decisão foi tomada na noite desta quinta-feira, 24, durante reunião realizada entre a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh), Goreth Garcia Ribeiro, e representantes da Associação Comunitária dos Moradores do Conjunto Castelo Branco II.

A Secretária Goreth Garcia informou que o festival será realizado com apoio de todas as secretarias da Prefeitura de Manaus e da comunidade. “O festival será realizado com a participação ativa da comunidade e com Prefeitura administrando o evento de forma democrática e transparente”. Segundo a secretária, essa é uma grande oportunidade para que seja colocado em prática o Regimento Interno do CSU, de forma a dar clareza e legitimidade às relações com os barraqueiros e com a comunidade.

“Vamos deixar claro que os recursos arrecadados deverão ser revertidos para a comunidade, para o próprio CSU e para as instituições da rede acolhedora e de fortalecimento de direitos”, afirmou a secretária.

Goreth Garcia ressaltou, ainda, que o festival será mais uma oportunidade para estimular a consciência socioambiental na populaçao de Manaus.
“Esse evento vai ter de novo a marca do compromisso da Prefeitura em estimular a consciência socioambiental das pessoas.  Vamos continuar trabalhando o respeito a crianças e adolescentes, o combate ao trabalho infantil e o respeito ao meio ambiente, estimulando  consciência Cidadã responsável”. 


Eliseu Bacelar, morador do Bairro e um dos representantes da associação de moradores, esclareceu que houve um atraso na realização do festival, principalmente em função da realização da Copa do Mundo. “Mas isso houve em todos os festivais da nossa cidade. O Objetivo desta reunião foi agregar a Prefeitura e a Comunidade, e tenho certeza que teremos um grande festival em agosto”. 

Escola municipal realiza 2ª Feira de Ciências, Tecnologia e Educação Ambiental


O Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Dilsen Silva Alves, bairro Coroado, zona Leste, realizou nesta sexta-feira (25), a 2ª Feira de Ciências, Tecnologia e Educação Ambiental. Os trabalhos foram focados no tema “Conhecendo os animais da região Amazônica através das lendas, mitos, contos e fábulas”.

O evento contou com a participação de cerca de 200 crianças matriculadas na escola.  Os alunos do 1º e 2º períodos da unidade de ensino apresentaram em sala de aula os estudos trabalhados durante dois meses. As turmas explanaram informações e curiosidades sobre a arara, a coruja, o boto, o macaco guariba e a preguiça.

A atividade faz parte do eixo de Educação Ambiental promovido em toda rede pela Secretaria Municipal de Educação (Semed). O projeto do evento, antes da realização, foi submetido a uma análise da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Leste 1 da Semed, que coordena as escolas municipais daquela área geográfica.

“A feira proporciona que as crianças aprendam, se aprofundem e se
tornem futuros pesquisadores. É bom, porque eles vão entendendo cada vez mais, conhecendo sobre determinado tema, em especial sabendo um pouco mais sobre os animais da região Amazônica”, concluiu a diretora do Cmei, Adria Marinho.

A pedagoga da escola, Mirian Araújo da Silva, disse que o tema
apresentado na feira teve o apoio pedagógico dos dez
professores do Cmei.

“Nós escolhemos esse tema no começo do ano. As crianças foram trabalhando durante todo esse período do projeto sobre a vida, como os animais se alimentam, nome científico e as curiosidades de cada
animal. Os professores fizeram uma pesquisa com os pais, por meio de fotos, além de um passeio no bosque da ciência, para conhecer mais esses animais”, finalizou.

Monique Rodrigues é mãe da aluna do 1º período, Ariadne Rodrigues, de 6 anos, e sempre acompanha os eventos realizados na escola. Para ela, sua filha aprendeu muito sobre o tema relacionado aos
animais amazônicos.


“Eu vejo que ela aprendeu muito, inclusive o bicho estudado foi o
macaco guariba. O aprendizado dado na escola pelas professoras está
sendo muito bom, ela interage bem e a cada dia aprende algo a mais. Apesar de ser pequena, as informações da feira serão ótimas para seu desenvolvimento”, contou.

Lojas do Plaza oferecem descontos de até 80%


A tradicional liquidação do Manaus Plaza Shopping – Liquida Plaza – deve acontecer ainda na primeira quinzena de agosto, mas alguns lojistas do centro de compras já se anteciparam e estão com promoções, oferecendo descontos de até 80% nos produtos.

No setor de confecção feminina, a Asya Fashion está com várias peças com preços promocionais. Saias, de R$ 49,00 por R$29,00; vestidos de R$ 59,00 por R$ 49,00; blusas de R$ 29,00 até R$ 10,00. Já a Kattleya oferece até 80% de desconto, enquanto durarem os estoques, nas peças com etiqueta amarela. Na New Style, toda a loja está em promoção. Levando uma peça, 10%, duas peças, 20% e acima de cinco o valor do abatimento no preço da compra pode chegar a 50%.

A loja de confecção íntima Milca tem produtos para mulheres, homens e crianças. Para comemorar a inauguração, o estabelecimento está com 10% de desconto nas lingeries e pijamas, adulto e infantil.

A First Class, segmento de cama, mesa e banho, apresenta promoção nos kits de colchas com porta-travesseiros, de R$ 209,00 por R$ 129,00.
No setor de confecção infantil, a loja Meninos e Meninas está com descontos de 10% a 30% nas peças de verão. A promoção é válida até o final de julho.

Nos setor de beleza o Salão Executivo tem pacotes especiais até o final deste mês. Entre eles, escova e hidratação por R$ 59,00, podologia por R$ 55,00 e escova progressiva a partir de R$ 150,00. Na Dephilaser, as promoções incluem o pelling de cristal (de R$ 80,00 por R$ 30,00), a limpeza facial profunda (de R$ 150,00 por R$ 80,00) e os kits modeladores (de R$ 1800,00 por R$ 299,00).

Sobre o Manaus Plaza Shopping - O Manaus Plaza Shopping, inaugurado em 1º de maio de 2009, possui mais de 80 opções nos setores de comércio, alimentação, lazer e serviços. O Plaza tem equipe de segurança própria, nove andares de estacionamento e um Centro de Convenções com opção de montagem de salas modulares para atender de 50 a 3000 pessoas sentadas. Cerca de 25 mil clientes frequentam o local, diariamente.

CONSELHEIRO ALMINO AFFONSO LANÇA LIVRO BASEADO NO GOVERNO DE GOULART E GOLPE DE 1964

Conselheiro Almino Affonso lança livro baseado no governo de Goulart e Golpe de 1964
Conselheiro municipal de Gestão Estratégica da Prefeitura de Manaus, Almino Monteiro Álvares Affonso lançou, nesta quinta-feira, 24, no Palácio Rio Branco, Centro, o livro ‘1964 na visão do ministro do Trabalho do presidente João Goulart’.

Amigos escritores, políticos e várias personalidades amazonenses prestigiaram o lançamento. Almino disse que foi um prazer escrever o livro e mostrá-lo aos amazonenses tem um grande significado. "Fizemos sucesso lá (São Paulo), mas ao trazer o livro para a minha terra, sou eu quem fico em um tamanho maior", disse, referindo-se ao fato de a obra ter sido lançada recentemente também em São Paulo.

No livro, Almino Affonso, que é amazonense, nascido no município de Humaitá, escreve com detalhes todas as causas que levaram ao Golpe Militar em 1964. Ele ressaltou que apesar das pesquisas, a obra é baseada, sobretudo, nos próprios testemunhos, vividos enquanto deputado federal e ministro do Trabalho e da Previdência Social.

"É uma história que cobrou do nosso povo muita morte, muita tortura. É algo que ficará como uma página, realmente, negra da nossa história política. O importante é que nós saibamos disto, sobretudo, os mais jovens e possamos dizer: nunca mais uma ditadura, venha de onde vier. Nenhum país cresce sem as liberdades públicas, onde o debate pode se dar e as ideias, por mais contraditórias, tenham espaço. Se não conseguirmos isso, não teremos uma democracia amanhã", comentou.

Dentre as personalidades que prestigiaram o lançamento, estava a historiadora Etelvina Garcia. Ela disse que apesar de não ter concluído a leitura a obra, tem a absoluta certeza de que Almino a retratou com fidelidade, expondo o que viu e vivenciou durante o regime militar. "Ele mostra exatamente a participação dele (Almino) como homem público, como ministro de Estado e como brasileiro, que afinal de contas foi obrigado a viver longe do seu país", destacou.

Ao analisar os fatos com seriedade, sem se isentar, Almino destacou que a obra traz uma mensagem para os jovens. Ele disse que a juventude precisa lutar por um país melhor, mas para que isso aconteça, precisa, sobretudo, lutar de forma coordenada.

"Os jovens devem ter uma participação política cada vez maior. O protesto de rua é admirável, mas se não houver uma articulação partidária, fica o protesto, mas não fica a forma de transformar o ato em ação concreta. Eu sei que há dificuldades dos jovens em se filiar em partidos políticos, até entendo suas decisões, mas essa é mais uma razão para que imponham sua vontade criadora ", afirmou.

IFAM realiza primeiro Simpósio em Ensino Tecnológico do Amazonas


Com a temática “Ensino Tecnológico no Amazonas: Desafios e Possibilidades”, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM) realiza entre os dias 18 e 19 de setembro, das 14h às 18h, o I Simpósio em Ensino Tecnológico no Amazonas (SETA) que tem como temática as “Perspectivas investigativas na formação e utilização de recursos pedagógicos”. O SETA será realizado no auditório Jorge Alberto Furtado, no Campus Manaus Centro (CMC).

 O evento técnico-científico é promovido por meio do Curso de Mestrado em Ensino Tecnológico (MPET) do IFAM que visa dialogar, valorizar e incentivar a pesquisa científico-tecnológica ao possibilitar a interação de professores e pesquisadores a respeito dos desafios e possibilidades no ensino tecnológico no  Amazonas.

 Os participantes poderão conferir as atividades em três modalidades: Conferência, Comunicação Oral e Apresentação de Pôster. 
 INSCRIÇÕES 
Os interessados em participar, devem preencher uma ficha de inscrição on-line, que está disponível no site https://sites.google.com/site/setampet/, durante o período de 4 de agosto a 12 de setembro. O credenciamento ocorrerá no dia 18 de setembro, das 13h às 14h.

 Para a entrega de submissão de trabalhos nas categorias “pôster e comunicação oral”, os mesmos devem ser encaminhados para o e-mail: seta.mpet.ifam@gmail.com, até às 23h59, do dia 1º de agosto e deverão seguir as normas disponíveis no edital em anexo.






segunda-feira, 21 de julho de 2014

Servidores da SUFRAMA apresentam proposta para criação de carreira


Representantes dos servidores da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA) apresentaram nesta terça-feira (15), no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), proposta para a criação de uma carreira na autarquia federal. Como embasamento da proposta, o Sindicato dos Funcionários da SUFRAMA (Sindframa) entregou um estudo técnico com o cenário de desvalorização salarial atual, em comparação com outras carreiras do Executivo Federal.

A reunião, na manhã desta terça, no prédio anexo do MPOG, em Brasília, contou com a presença do secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Ricardo Schaefer; do secretário de Recursos Humanos do MPOG, Sérgio Mendonça; do superintendente da Zona Franca de Manaus, Thomaz Nogueira; do presidente do Sindframa, Anderson Belchior;  e de representantes dos demais órgãos integrantes do grupo de trabalho.

De acordo com o presidente do Sindframa, Anderson Belchior, a proposta é de uma carreira única para os servidores, com apenas dois tipos de cargos – níveis superior e médio – e remuneração bem acima da atual. “A SUFRAMA é um órgão singular dentro do governo federal. Não cuidamos apenas de incentivos fiscais, mas também de desenvolvimento regional, projetos industriais, Pesquisa & Desenvolvimento (P&D), projetos agropecuários, enfim, de um leque de atividades de alta complexidade. Somos um órgão único, que realiza atribuições pertinentes a diversos ministérios dentro da Amazônia Ocidental, mas infelizmente não estamos sendo reconhecidos e valorizados como tal. A proposta apresentada é mais  compatível com o elevado grau de complexidade das atribuições dos profissionais da autarquia”, argumentou Belchior.

O superintendente da SUFRAMA, Thomaz Nogueira, afirmou que a proposta do Sindframa segue uma direção racional, contribuindo para o fortalecimento do diálogo. Nogueira destacou, ainda, que há um senso de urgência quanto à necessidade de avanços. “O que foi colocado aqui é muito claro. Se será exatamente a proposta feita pelo Sindicato ainda não sabemos, mas estamos todos conscientes de que essa é uma questão estratégica de futuro que precisa ser solucionada no curtíssimo prazo”, complementou.

Entendimento
Para o secretário-executivo do MDIC, Ricardo Schaefer, a proposta apresentada ajudará no entendimento de qual a melhor solução de sustentabilidade para a gestão e operacionalização da SUFRAMA. “Precisamos agora fazer as conversas dentro do governo, fazer o trabalho de articulação institucional. Mas creio que estamos no caminho certo do nosso trabalho. Estou muito confiante de que poderemos trabalhar e buscar uma solução sustentável e prática para resolver essa questão de uma vez por todas”, reforçou.

O secretário de Recursos Humanos do MPOG, Sérgio Miranda, ressaltou que, embora haja necessidade da célere tomada de decisões, o grupo de trabalho respeitará o prazo de 210 dias para a conclusão de seus trabalhos. “Vamos olhar e analisar a proposta do Sindicato à luz das nossas diretrizes. Essa análise leva certo tempo, mas precisamos desse tempo para fazer a devida compreensão e análise da proposta”, afirmou Mendonça.

Receita tributária municipal fechou o semestre com R$ 523,1 milhões


A receita tributária da Prefeitura de Manaus chegou ao patamar de R$ 523,1 milhões nestes seis primeiros meses do ano. Os números representaram um crescimento de 20% na arrecadação de impostos e taxas do município.

O melhor desempenho na tabela de arrecadação veio do Imposto Sobre Serviços (ISS) - R$ 281,8 milhões - que cresceu 22,8% no comparativo com 2013. Somente no mês de junho, o imposto de serviços rendeu R$ 45,9 milhões, R$ 6,1 milhões a mais que o mesmo mês do ano anterior.

Já o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e o Alvará mantiveram seus desempenhos e renderam aos cofres municipais R$ 94,7 e R$ 21,7 milhões, respectivamente. O primeiro inflou em 22% e o segundo 26% na comparação do acumulado anual.

"Os preparativos e realização da Copa do Mundo em Manaus influenciaram nas receitas, mas não foram os cruciais", fez questão de esclarecer o subsecretário Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef), Armínio Pontes.

Segundo ele, as finanças da capital passam por um planejamento fiscal e tributário que aproxima o contribuinte. "Um dos investimentos é no atendimento direto ao contribuinte, além da melhoria dos processos", salientou Pontes.



Global
Em se tratando de receitas globais, a arrecadação do município já chegou a R$ 1,6 bilhão - um crescimento de 15% frente aos números verificados no primeiro semestre do ano passado. Do montante, pouco mais de R$ 1,1 bilhão se refere às transferências correntes provindas do Estado e da União. A maior fatia veio das transferências estaduais, que inclui o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). No total foram repassados R$ 955,6 milhões.